a contradição está obsoleta

Sempre me interessei como a tecnologia em geral, e a internet em particular, muda a nossa forma de pensar. Eu lembro do impacto que o buscador do Google teve na minha mente quando ele apareceu. Antes, se você quisesse saber algo como “que ano foi Woodstock?” você teria que: ou já saber, ou perguntar para alguém, ou procurar em um livro talvez. Com o buscador qualquer informação desse tipo passou a ficar na ponta dos seus dedos e a poucos segundos de distância.

E isso impactou o nosso cérebro. O nosso cérebro passou a contar que informações simples assim podem ser encontradas em segundos. É como se nós contássemos que parte de nossa memória vai estar disponível na nuvem. Tente desligar a internet e escrever um artigo sobre algo. É perfeitamente possível, mas você se pega sentindo falta desse “cérebro fantasma” da internet. Você sente como se uma parte DO SEU cérebro tivesse sido desligada. Nos acostumamos a nos concentrar menos em decorar informação e mais em processar informação.

E hoje a informação já vem até processada. Os celulares tornaram esse nosso “cérebro fantasma” presente 24h por dia, e as redes sociais tornaram desnecessário buscar informação. Algoritmos já sabem se você gosta de videogame para te oferecer anúncio do PlayStation, mas também sabem como você pensa para te alimentar opiniões que você concorda.

Não é exagero comparar redes sociais com uma droga, porque dentro do seu cérebro elas têm o mesmo efeito de muitas drogas: soltar dopamina no seu centro de prazer. Seja quando você vê quanta gente curtiu a sua selfie com biquinho, seja por encontrar confirmação de qualquer ideia que você tenha na cabeça. Por isso as fake news são tão difíceis de combater, é como tentar combater o sorvete entre as crianças sem um adulto que as impeçam de se empanturrar. Porque teoricamente os adultos deveriam ser nós.

Isso tornou desnecessário revermos nossas opiniões, porque você sempre acha ALGUM maluco que pensa igual a você. O que nos leva ao cenário atual em que as mais contraditórias das ideias podem viver pacificamente na mesma cabeça.

Estamos na época do gay nazista, do cristão que quer matar, do nacionalista globalizado, do comunista de direita, do anti-tecnólogo de Twitter, do fascista libertário. E tudo na mais completa normalidade. Acho que não existe mais combinação de ideias que me surpreenderia. As contradições ideológicas sempre existiram na história da humanidade, mas nunca foi tão fácil como hoje ser confortavelmente contraditório. Escolha a sua loucura e compartilhe o link que prova como ela está certa.

Eu sempre me interessei pelo cyberpunk, porque pra mim ele não tem nada a ver com o futuro, mas com esse nosso agora. Você não começa a se tornar um robô quando implanta um chip no cérebro, mas quando o seu cérebro começa a pensar como uma máquina. E acho que pra muita gente o “cérebro fantasma” da internet se tornou o cérebro principal, e o cérebro biológico que se tornou o fantasma.

Por um lado é bem fascinante viver nesses tempos. Por outro, muito assustador.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: